Retrospectiva 2012.
07/01/2013
Veja abaixo o que o nosso consultor enxergou, deste ano que passou.

 


O ano de 2012 obteve diversas situações mercadológicas, como era de se esperar, com muitos desafios e resultados de uma certa forma inseguros para o setor automotivo. O mercado de automóveis bateu novo recorde, ao mesmo tempo em que a produção aproveitou para ajustar seus estoques, talvez já pensando nas baixas vendas do início de 2013 com as férias e o pré-carnaval.

 

 

Assim como despencaram as vendas de caminhões, as exportações não param de perder mercado. O setor contou integralmente com o governo para garantir resultados no Brasil, com os descontos de IPI que salvaram o ano dos veículos leves, financiamentos do BNDES com taxas subsidiadas para tentar "tirar do buraco" os negócios de caminhões e ônibus, além da maior redução de juros já vista na história do País.

 

 

E a indústria automobilística ganhou uma nova política, batizada Inovar-Auto, válida de 2013 a 2017, que promete trazer evoluções para o setor - vamos acompanhar.

 


Por sua vez o mercado de motocicletas sofreu muito esse ano, a falta de oferta e um critério muito apurado de credito, fez com que o mercado ficasse estagnado, mesmo com o crescimento do mês de Dezembro o ano teve uma redução substancial de Dealers, comprometendo assim novos lançamentos e nomeações. Fica aí a dúvida, o governo vai olhar para esse setor?

 


É um segmento que bem apoiado pode suprir bem o problema do transporte urbano pelo Brasil a fora. Previsões de crescimento para 2012 na casa de 3%, foi se ajustando a cada trimestre, e fechamos o ano com um crescimento de 1,5%,

 

Temos nossas dúvidas com esse índice! Mas a SC acredita que teremos um 2013 prospero!!!